Notícias

Lançamento do livro “Que Comemos?”

25.10.2008

O livro “Que Comemos?”, editado pela Editora da Universidade do Porto (Editora UP), será apresentado ao público na próxima sexta-feira, dia 14 de Novembro, às 18h30, na loja Fnac da Rua de Stª Catarina, no Porto. Trata-se de uma tradução para português da obra catalã “¿Qué comemos?”, da autoria de Pere Puigdomènech. A tradução é de Paulo Vaz-Pires, docente e investigador do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto. A apresentação pública do livro será feita por Maria Daniel Vaz de Almeida, docente da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP), numa sessão que contará com a presença do catalão Pere Puigdomènech.

Em “Quem Comemos?” Pere Puigdomènech faz uma análise global da problemática da alimentação respondendo a questões essenciais como “É segura a alimentação de hoje? Porque é que comer pode ser tanto uma fonte de prazer como de angústia? Que comemos no passado, que comemos agora e que comeremos no futuro?”.

Pere Puigdomènech (Barcelona, 1948) é licenciado em Ciências Físicas e doutor em Ciências Biológicas. Actualmente, é professor de Investigação no Instituto de Biologia Molecular de Barcelona (CSIC) e director do Laboratório de Genética Molecular Vegetal (CSIC-IRTA). O seu trabalho de investigação centra-se na biologia molecular de plantas, tendo publicada mais de cento e cinquenta artigos de investigação em revistas científicas e mais de trezentos artigos de divulgação e política científica.

Paulo Vaz-Pires licenciou-se em Ciências do Meio Aquático pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) em 1986 e doutorou-se em Biotecnologia pela Universidade Católica Portuguesa em 1996. Realiza desde 1986 investigação científica na área da segurança e qualidade do pescado. Actualmente exerce o cargo de Director do Departamento de Produção Aquática do ICBAS. É autor de cerca de 40 publicações, sendo mais de metade artigos científicos em revistas internacionais e capítulos de livros internacionais.

A entrada na sessão de apresentação do livre “Que Comemos?” é livre.