• AfricanaStudia

Africana Studia, n.º 9

Faculdade de Letras da U. Porto (FLUP), 2006

Ligada ao trabalho de investigação do Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto, esta revista visa constituir-se como espaço de debate e crítica sobre a investigação de temas e problemas africanos. Trata-se, portanto, de uma revista de Ciências Sociais, da História à Economia, da Antropologia à Linguística, incluindo todos os domínios relativos às sociedades africanas. Privilegiam-se as temáticas com peso nas sociedades de hoje, sem esquecer a sua génese, principalmente nos períodos moderno e contemporâneo.

Índice do n.º 9

Luís Aires-Barros; Helena Grego; Cristina Matias - A Sociedade de Geografia de Lisboa e as edições próprias de Cartografia Ultramarina Oitocentista (p. 9/16)

Paula Cristina Santos - As Missões Geográficas (1883-1940). Construção de um Documento Cartográfico (p. 17/40)

Nuno Silva Costa - Cartografia de Propaganda e Unidade Geográfica do Império (C. 1920-1945) (p. 41/70)

Jordi Tomàs - The traditional authorities cross the colonial border: Opposing views on the role of religious leaders Jola Huluf and Ajamaat of Lower Casamance (1886-1909) (p. 73/98)

Eduardo Costa Dias - Regulado do Gabú (1900-1930): A difícil compatibilização entre legitimidades tradicionais e a reorganização do espaço colonial (p. 99/126)

Maria Emília Madeira Santos - A Cartografia dos Poderes. Da Matriz Africana à Organização Colonial do Espaço (p. 129/144)

João Pedro Marques - A ocupação do Ambriz (1855): Geografia e diplomacia de uma derrota inglesa (p. 145/158)

Jean-Luc Vellut - Angola-Congo. L’invention de la frontière du Lunda (1889-1893) (p. 159/184)

Ana Cristina Roque; Lívia Ferrão - Reconhecimentos hidrográficos na cartografia portuguesa da costa centro e sul de Moçambique no século XIX (p. 187/204)

Cristina Sampaio - O Zumbo: Um problema de “Direitos Históricos” na delimitação da fronteira (p. 205/222)

Peter Collier - Boundary demarcation between British and Portuguese colonial territories in East Africa (p. 223/238)

Felizardo Bouene; Maciel Santos - O Modus Vivendi entre Moçambique e o Transvaal (1901-1909): Um caso de «imperialismo ferroviário» (p. 239/268)

Eduardo Medeiros - Dos territórios linhageiros aos regulados Coloniais no Vale do Lúrio e na circunscrição de Montepuez durante e após a Companhia do Niassa. Notas exploratórias para uma análise antropológica da cartografia (p. 269/298)

Olga Iglésias - Reorganização do espaço na colónia de Moçambique. Estudo do fenómeno urbano (p. 299/334)

Rafael Sanzio Araújo dos Anjos - Cartografia e Quilombos: Territórios étnicos africanos no Brasil. (p. 337/356)

http://www.africanos.eu/ceaup/index.php?p=k&type=AS&pub=33&s=

Ano de Edição:
2006