• As Pontes do Porto:

As Pontes do Porto:

história de uma paixão

Maria Augusta Azeredo

Manuel de Azeredo

FEUP Edições, 2002

As pontes sendo um dos tipos de obras mais representativos da engenharia civil são, ao mesmo tempo, elementos que marcam a história e a vida das cidades e dos seus habitantes. Para os cidadãos, e para além do uso que lhes dão, apresentam-se como obras de arte, motivo de contemplação, tema para criações e sonhos. Acompanham o desenvolvimento das cidades, ao mesmo tempo que as impulsionam, as marcam no tempo, afirmando-se como seus símbolos emblemáticos. Do ponto de vista da engenharia, associam-se a momentos de inovação científica e avanços tecnológicos, impondo desafios crescentes do ponto de vista da sua grandeza mas também da sua simplicidade. Esta tripla perspectiva, da engenharia civil, da história e das pessoas, atraiu o entusiasmo do Manuel Azeredo que se dedicou ao seu estudo investigando, interpretando e ligando estes diferentes pontos de vista.(...) Este trabalho completa-se com a contribuição da Maria Augusta, que lhe acrescentou uma componente literária e política que reforça o casamento que perpassa por esta obra.

Ano de Edição:
2002

ISBN 10:
972-752-056-1