História da Medicina e da Saúde

  • A Real Escola e a Escola Médico-Cirúrgica do Porto

    Contributo para a História da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto

    Amélia Ricon Ferraz

    U.Porto Edições, 2013

    Amélia Ferraz apresenta neste livro um relato histórico dos primórdios do estudo médico-cirúrgico no Porto, permitindo conhecer melhor a história da Real Escola e da Escola Médico-Cirúrgica do Porto, as duas Escolas que antecederam a atual Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. A obra é enriquecida com uma seleção de imagens de instrumentos anatómicos, cirúrgicos, laboratoriais e de diagnóstico médico, material académico e objetos pessoais de professores e estudantes, que testemunham o progresso científico, tecnológico e técnico nas duas escolas do Porto e integram, na sua maioria, o espólio do Museu de História da Medicina Maximiano Lemos da FMUP, cuja organização é da responsabilidade da autora.

  • O Poder Médico no Estado Novo (1945-1974)

    Rui Costa

    U.Porto Edições, 2009

    Quem quiser conhecer e falar sobre a saúde em Portugal tem obrigatoriamente que ler este livro. É um livro absolutamente essencial! (Paulo Mendo)

    Este é um trabalho feito com minúcia, com rigor, com todas as responsabilidades da investigação científica. Tem um carácter de seriedade universitária. Todos os factos são justificados. (Paulo Mendo)

    Situada na área da História da Saúde, a presente obra é um contributo para a compreensão das relações entre os médicos e o poder político no contexto do Estado Novo. Assumindo-se como uma digressão histórica pela emergência e construção de uma das componentes estruturais do sistema de saúde em Portugal, a saber, o poder médico, é ainda possível apreciar a emergência das transformações a partir das quais se verifica o processo de estruturação e consolidação da profissão médica em Portugal.
    O presente livro funciona também como um guião para o enquadramento histórico, social e político desse processo, o qual culmina na fase marcelista, com a reorganização hospitalar e a criação da carreira pública para os médicos, a par de outras alterações conducentes a um sistema de saúde que começava a ganhar forma.

    Índice

    Imagem da capa para download

  • Ajudar a Nascer

    parteiras, saberes obstétricos e modelos de formação (século XV-1974)

    Marinha Carneiro

    Editora UP, 2008

    A obra “Ajudar a Nascer” acompanha, de forma contextualizada e cientificamente sustentada, o processo de profissionalização das parteiras, percorrendo a sua trajectória sócio-profissional e formativa desde o século XV, em que o “ser parteira” assumia o estatuto de ofício, até à conquista de um espaço profissional próprio, já no século XX.