Engenharia Química

  • Mecânica dos Fluidos em Operações Unitárias

    João Moreira de Campos

    U.Porto Edições, 2017

    Na primeira obra que publiquei, denominada “Notas para o estudo da Mecânica de Fluidos”, a qual foi editada pelas Edições FEUP, abordei os princípios clássicos do escoamento de fluidos. Procurei que essa obra respondesse às necessidades de um curso que tenha como objetivo fornecer aos seus alunos conceitos básicos sobre o tema, providenciando-lhes, de igual modo, capacidades para a sua aplicação. Nesta segunda obra, proponho-me a complementar as ferramentas anteriormente fornecidas, dando especial ênfase à importância da Mecânica de Fluidos no projeto de diversos equipamentos de processos unitários, bem como no projeto dos seus elementos de ligação: redes de transporte de fluidos compressíveis e incompressíveis, equipamentos de bombagem, leitos fixos, leitos fluidizados, sedimentadores, filtros industriais, elutriadores, centrifugadoras e ciclones. Muitos dos temas que me proponho a abordar são transversais a diversos cursos na área das Engenharias, mas são particularmente importantes nas Engenharias Química, do Ambiente e Biológica.

  • Notas para o Estudo da Mecânica dos Fluidos

    João Bernardo Lares Moreira de Campos

    FEUP Edições, 2013

    A Mecânica de Fluidos estuda os fluidos, caracterizando o seu escoamento, e os seus efeitos, quer ao nível macroscópico, quer microscópico. Ao nível físico, a análise de um escoamento passa por interpretar e traduzir as leis de conservação, nomeadamente as de massa, calor e em particular de quantidade de movimento. O seu estudo é essencial para o conhecimento de outras áreas e para o projeto em diversos ramos da Engenharia. Com a maioria dos exemplos abordados nestas notas, os alunos já adquiriram conhecimentos empíricos. Esta particularidade exige que sejam fornecidas, de uma forma clara, as bases para a interpretação física dos fenómenos, pelo que os vectores interpretativo e justificativo estão vincadamente presentes ao longo do texto. Estas notas estão divididas em 10 capítulos. Em todos os capítulos teve-se o cuidado de apresentar exemplos resolvidos de forma a atenuar o grau teórico que a exposição deste tipo de matéria transporta. Contudo, chamo a atenção dos alunos para a necessidade de resolverem por si problemas novos, os quais se encontram no fim de cada capítulo. Pela experiência que adquiri a lecionar esta matéria, estou convicto que a principal dificuldade dos alunos é a interpretação dos problemas, em particular dos pressupostos físicos que envolvem a sua resolução. Esta dificuldade só é ultrapassada resolvendo e interpretando problemas novos.