Novidades

  • O Bairro da Tabela Periódica

    Manuel João Monte

    U.Porto Edições, 2019

    Cheio de surpresas curiosas e revelações fascinantes, este texto denuncia também a evidência de que, até nos elementos, conseguimos discriminar o género feminino. E, de forma subtil, enquanto transmite noções fundamentais da química deixa-nos entretidos. Enjoy it as I did! Alexandre Quintanilha

    Manuel João Monte sonhou estes mesmos elementos, que hoje já são 118, arrumados nos seus quatro blocos para discutir as suas diferentes afinidades e antagonismos. É da diversidade que se faz a Química e também este mundo onde vivemos e de que somos feitos nós próprios. A Química dá força a um argumento que junta os dramas da vida humana com o grande drama da natureza. José Ferreira Gomes

    Há um bocado de tudo, desde referências ao Big Bang e à matéria escura, a uma interessante discussão sobre a dicotomia de identidade-efemeridade dos elementos radioativos e transuranianos ... Por tudo isto e muito mais, “O Bairro da Tabela Periódica” de Manuel João Monte, é um texto de muito grande valor pedagógico e que merece uma leitura atenta. Orfeu Bertolami

  • Um Pouco Mais de Luz. Explicando o eletrochoque

    Jorge Mota

    U.Porto Edições, 2019

    “Que a eletricidade tem a ver com a vida já se sabe desde o tempo da disputa entre Galvani e Volta no século XVIII. No início do século XIX o romance “Frankenstein” de Mary Shelley foi influenciado por experiências de descargas elétricas em cadáveres. Mas foi só no século XX, em 1938, que foram feitas, pelo neuropsiquiatra italiano Ugo Cerletti, as primeiras experiências em humanos. Seguiram-se muitas outras, perante a dificuldade de outros tratamentos de doenças mentais, mas a prática foi sempre controversa. O filme “Voando sobre um ninho de cucos” de Milos Forman, baseado num romance com o mesmo título, ilustra bem essa controvérsia, que teve amplo fundamento. No entanto, o uso da eletricidade como meio terapêutico em certas doenças mentais ressurgiu recentemente. O Dr. Jorge Mota, médico psiquiatra no Hospital Magalhães Lemos no Porto, e especialista na eletroconvulsoterapia (ECT), a técnica mais corrente na área, explica neste livro, depois de uma excelente introdução histórica, os principais conceitos da técnica assim como descreve os seus resultados positivos em doenças como depressões severas, manias, psicoses esquizofrénicas e catatonias. Sempre me interessei pelas relações entre a física e a medicina e aprendi bastante neste livro, em particular que os eletrochoques, se aplicados com adequado critério (consentimento informado, anestesia, etc.), em equipamento certificado e por especialistas experientes, não merecem hoje a má fama que no passado tiveram por via da sua indiscriminada aplicação. Aprendi também que há ainda bastante para aprender: ainda não se conhecem os mecanismos precisos que levam à sua eficácia.” Carlos Fiolhais (Professor de Física da Universidade de Coimbra)

  • 100 Anos de Relatividade Geral

    José Carlos Santos

    João Nuno Tavares

    U.Porto Edições, 2018

    A 25 de Novembro de 1915, Albert Einstein publicou uma nota de apenas quatro páginas numa revista da Academia de Ciências da Prússia. É um texto curto mas, apesar do escasso tamanho, o seu impacto foi monumental, pois contém o culminar do trabalho que o seu autor vinha a desenvolver há vários anos: a formulação das equações de campo da Teoria Geral da Relatividade. Cem anos mais tarde, em Novembro de 2015, os Centros de Matemática e de Física da Universidade do Porto organizaram uma sessão comemorativa relativa a esse evento. Os textos reunidos neste livro foram escritos pelos autores de várias das palestras desse encontro, que quiseram fazer uma versão escrita da apresentação que fizeram naquela ocasião.

  • Análise de Projetos de Investimento

    Maria Dulce Soares Lopes

    U.Porto Edições, 2018

    O livro inclui a identificação das áreas principais de análise de um projeto, financeiras e não-financeiras, e seus factores de risco; a estrutura-tipo de um plano de negócios, e guia de elaboração dos mapas de apoio; a análise e identificação dos cash flows de um projeto; os critérios de decisão e sua aplicabilidade; a determinação do custo de capital; e, por último, as metodologias para incorporação de incerteza e risco na análise. Tem como finalidade principal servir de apoio a cursos introdutórios sobre análise de projetos de investimento: cursos de primeiro ciclo no âmbito de ciências económicas ou empresariais, e de segundo ciclo ou mestrados no âmbito de cursos de engenharia. Os capítulos relativos ao custo de capital e à incerteza e risco podem também ser usados para cursos de nível mais avançado. A obra dirige-se ainda a um público mais vasto, em particular no âmbito da formação contínua das empresas, para quadros médios ou superiores sem formação financeira de base, que exerçam funções na área de projetos de investimento e estejam envolvidos na elaboração de planos de negócios.

  • Traumatismos Crânio-Encefálicos. Questões essenciais na prática clínica

    Rui Vaz

    U.Porto Edições, 2018

    Em 1991 e 1996 editei duas monografias sobre Traumatismos Crânio-Encefálicos que foram distribuídas a nível nacional. Considerei na altura que era importante um texto facilmente disponível que resumisse as bases de conhecimento sobre o tema e incluísse bem definidas regras de orientação clínica, essenciais na primeira abordagem clínica de uma patologia que, infelizmente, continua a ser demasiado frequente e a destruir demasiadas famílias pela mortalidade e incapacidade que provoca. Entretanto muita coisa se modificou no conhecimento do assunto: as causas alteraram-se, há um maior conhecimento das bases fisiopatológicas, os métodos diagnósticos evoluíram e a orientação terapêutica está melhor definida. Estes motivos levaram-me a considerar a utilidade e a importância da atualização nesta área do conhecimento, adaptando-as monografias ao “estado da arte”. Optei agora por incluir novos capítulos específicos dedicados aos TCE nos doentes sénior e no desporto, dando também uma muito maior ênfase aos TCE ligeiros, à subvalorizada síndrome pós-traumática e aos aspectos essenciais no diálogo com os familiares destes doentes.

  • Paráfrase e Concordância de Algumas Profecias de Bandarra, Sapateiro de Trancoso

    João Carlos Gonçalves Serafim

    U.Porto Edições, 2018

    É nesta Paráfrase que, pela primeira vez, se faz uma edição ad hoc de trovas atribuídas ao famigerado sapateiro beirão. O processo inquisitorial em que se sentenciara o silêncio do poeta e a censura dos versos ocorrera já há 62 anos (1541). As trovas escolhidas e comentadas e as notícias, tantas vezes mitificadas, sobre o autor e o texto – as cópias profusas, as leituras generalizadas, os exemplares divergentes, as deturpações, os acrescentos, as manipulações... – fazem com que estejamos perante uma obra fundamental para o estudo do fenómeno bandárrico. João Carlos Serafim, no estudo introdutório, servindo-se de um conhecimento sólido sobre a vida e a obra de D. João Castro, aclara, por um lado, a relação destes textos com aquilo que se pode saber do enigmático prototexto e, por outro, a congeminência e as motivações que levaram a esta outra apropriação das trovas, – em Paris, no final de 1603, na “clandestinidade”... – ao serviço de um sebastianismo latente, ortodoxo, antifilipino com que o autor estava comprometido e que, por estes anos, centrava as suas expectativas no pretenso rei D. Sebastião, aparecido em Veneza no verão de 1598, a sofrer, então, as agruras da previdente justiça espanhola.

  • Uma Coisa Chamada Hermenêutica

    Ricardo Namora

    U.Porto Edições, 2018

    À superfície, o termo hermenêutica é relativamente fácil de usar, uma vez que denota de modo transparente capacidades gerais da espécie humana como as de interpretar, explicar ou traduzir expressões de sentido. No entanto, o facto de o seu modo de funcionamento ser dúplice (ele inclui tanto operações gerais quanto exercícios singulares), arrasta essa consideração de senso comum para um terreno altamente problemático - mas, e por isso mesmo, fascinante e exigente. Este ensaio aspira, assim, a radiografar, historicamente, esse estado latente de ambivalência entre preceitos gerais e manifestações particulares, com especial atenção ao modo como a história da hermenêutica (desde Hermes a Santo Agostinho, passando pelos Românticos alemães e pelos grandes pensadores do século XIX como Chladenius, Ast, Wolf e, sobretudo, Schleiermacher) supôs uma refração do campo até se chegar ao conceito estrito de "hermenêutica literária" dos diversos formalismos do século XX.

  • Hernâni Monteiro Figura Eminente da U.Porto

    Amélia Ricon Ferraz

    U.Porto Edições, 2018

    O Doutor Hernâni Bastos Monteiro (1891-1963), Académico ilustre, Investigador prestigiado e Intelectual com vasta obra científica e humanitária ao serviço da Ciência, da Cultura e da Comunidade foi, ao longo da sua vida, alvo das mais significativas manifestações de admiração e de afeto e inúmeras vezes agraciado. Após o seu falecimento multiplicaram-se as expressões de reconhecimento pelo seu legado. A Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a convite do Magnífico Reitor, indicou, de entre os professores que mais honraram a sua história, Hernâni Monteiro para Figura Eminente da UP no ano de 2014. No decurso de um ano, desenvolveram-se várias iniciativas, apresentadas na presente Edição, que constituem um novo e significativo tributo ao Homem e à Obra do homenageado.

  • Eletrónica. Uma Visão de Projeto

    Pedro Guedes de Oliveira

    Dinis Magalhães Santos

    U.Porto Edições, 2018

    Eletrónica — Uma Visão de Projeto pretende cobrir os conhecimentos essenciais de eletrónica para um engenheiro eletrotécnico, quer do ponto de vista dos dispositivos quer dos sistemas. Além dos conhecimentos básicos fundamentais do comportamento dos semicondutores, aborda, entre outros, os amplificadores operacionais, os conceitos mais importantes da eletrónica digital, as questões ligadas à retroação e à estabilidade, a conversão digital-analógica e analógica-digital, e ainda áreas complementares como a eletrónica de potência e o ruído. Dirige-se sobretudo a alunos dos cursos de licenciatura e da parte escolar do mestrado, pretendendo ser um texto base a ser ministrado em três ou eventualmente quatro semestres. A abordagem proposta é uma abordagem de projeto, querendo dizer que se dirige a leitores que terão, na sua vida profissional, de projetar circuitos e sistemas eletrónicos com alguma complexidade.

  • Luis Inacio Woodhouse (1857-1927). O Professor e a sua Obra

    Maria do Céu Silva

    Maria Luísa Magalhães

    U.Porto Edições, 2018

    Este livro dá a conhecer uma figura incontornável do Ensino da Matemática no Porto, Luis Inacio Woodhouse. Durante mais de quarenta anos, Luis Woodhouse teve uma carreira académica e científica preenchida. Como professor na Academia Politécnica do Porto, e, depois, na FCUP, aliou à docência o desempenho de diversos cargos que permitem apreciar a sua versatilidade e competência. Além das instituições de ensino já citadas, duas outras beneficiaram das suas capacidades científicas e pedagógicas, o Instituto Industrial e Comercial do Porto e o Instituto Superior de Comércio do Porto. A sua contribuição para a melhoria do ensino matemático foi relevante em todos os graus de ensino desta disciplina: elaborou propostas de projetos de reforma curricular no ensino superior, foi júri e relator de exames liceais, teve um papel de destaque na Junta Escolar. No campo científico produziu trabalhos de Matemática e de História da Matemática, que lhe abriram as portas à Academia de Ciências de Lisboa, da qual foi membro correspondente. Um professor exigente, afável e justo, assim o reconhecem colegas e alunos.